NOTÍCIAS

Rumo a um novo estilo de vida

Rumo a um novo estilo de vida

Coaching é uma tendência? O forte crescimento desse mercado reflete a busca incessante por um guia que ajude a construir carreiras e determinar objetivos. A região da Barra e do Recreio é um dos maiores reflexos dessa explosão profissional, se destacando com suas escolas de formação em coaching e coaches de diferentes áreas de interesse.

Tendo o primeiro contato com o coaching em 1995, nos Estados Unidos, Wilson Monteiro é diretor da Optimum Inglês Profissional e também exerce o coaching na Live School of Coaching.  “Coaching é um processo de autoconhecimento no qual o coach, através de ferramentas específicas, ajuda o coachee a se reprogramar, saindo de seu estado atual e chegando ao estado desejado”, conta Wilson.

Fundado em 2011 pela então fisioterapeuta Tânia Zambon, o Instituto Tânia Zambon leva o nome de sua criadora. Hoje, com unidade na Barra, o ITZ oferece formação nacional em Coaching Executive Business e Master Coach, esse último em Orlando, dando ao aluno a oportunidade de conhecer os bastidores da Disney e o empreendedorismo por trás da grande marca.

Leandro Piccoli é um dos criadores do Projeto Genesis. Atuando com maior ênfase em jovens há mais de 15 anos, ele é ainda representante oficial do treinamento “O Monge e o Executivo” no Rio de Janeiro.  “Cada vez mais, o jovem tem buscado o alinhamento com o seu propósito de vida”, afirma Leandro. Ainda segundo ele, um bom coach é um bom ouvinte.

A história de carreiras iniciadas no coaching depois de grandes reviravoltas na vida é plano de fundo da história de Márcia d’Ávila. Doutora em Linguística, hoje é também coach de empreendedores e pais. Acometida por síndrome do pânico, ela deu outro gás à sua vida quando retomou os negócios de seu salão de beleza e multiplicou o faturamento. “Foi quando decidi fazer uma formação em coaching e descobri meu verdadeiro propósito de vida”, conta Márcia.

Muitas vezes confundido com terapia, o coaching encontra a sua “irmã” na empresa Coaching e Terapia, criada em 2016 pelos sócios Mariana Uchôa e Gustavo Francisco, ambos psicólogos. “Temos experiência na gestão estratégica de pessoas, o que nos garante bases sólidas pro trabalho de coaching”, afirma Mariana.

Mas coaching não é só uma realidade corporativa. Para quem tem profissões voltadas para o processo criativo, o Creative Coaching é a opção. São sessões individuais (coaching + mentoring) voltadas para estudantes, profissionais, empreendedores ou entusiastas da indústria criativa. “O objetivo é oferecer um serviço personalizado através de sessões individuais”, conta Fabiane Mandarino, coach da Academia da Cor e Design.

Outra escola voltada para o coaching na região é a Américas Coaching. Criada por Gilson Mello, a proposta é trazer ferramentas novas e mais poderosas para ajudar os alunos a terem segurança para atuarem como coaches.

“Nossa formação é uma formação baseada em Life Coach (coach de vida). Não é aconselhável que ninguém faça qualquer outra formação inicialmente que não seja em life, pois em qualquer área você precisa primeiramente conhecer como funciona o ser humano, seus padrões de crenças e ações”, afirma.